quinta-feira, 22 de novembro de 2012

devolvido ao remetente


Sabe quando tu carregas um amor que já não sente que é mais teu 

mas sabes que ele te leva e te dá forças? 
Sabe?
Sabe aquela sensação de não conseguir mais pedir por ele,
para que esse amor seja teu de novo, sabe?
Sabe quando esse amor te fazes buscar outros amores? 
Não amores como este amor 
mas amor de buscar um pouquinho mais de vontade de continuar a caminhar, 
de se sensibilizar com o céu, com os velhinhos na rua, com as crianças brincando.
Sabe?
Sabe quando esse amor te dá uma vontade de olhar só pra dentro ou pra mais longe?
Sabe, esse amor de querer ser quieto, pacato, um pouco mais grato, um pouco mais sensato.
É. 
É esse amor que ficou.
É esse amor que tu deixaste e que eu não tenho coragem de devolver-te.
É esse amor que eu consigo ter de teu. Nenhum outro. 
É desse outro amor que eu não tenho coragem de pedir de volta 
mas tenho amor pra este teu amor.
Tenho amor pelo amor teu que me sobrou. 

Nenhum comentário: