domingo, 16 de outubro de 2011

dos números

Eu não gosto dos teus números. 
Não gosto das posições em que eles se encontram .
Não confio na soma.
Nem gosto de misturá-los.
Não posso mudá-los.
Nem confio neles e no que os meus olhos vêem.
Não te acho nessa confusão, neste baralho.
Não te conto mais nos dedos.
Não agrego mais valores.
És um único número perfeito.
Mas não é meu número preferido.
Refiz meus cálculos.
É culpa do meu número de sorte. 
27

Nenhum comentário: